quinta-feira, 2 de junho de 2011

O mamaço, o CQC e a blogueira

Uso cada vez mais esse espaço apenas para postar fotos e vídeos do pequeno e alguns breves relatos de nosso dia-a-dia. Mas confesso que o que li ontem via Twitter me embrulhou o estômago de tal maneira que não consegui me conter. É impressionante como atos que deveriam ser encarados com muita naturalidade, como a amamentação, continuem sendo alvo de constrangimentos, ampliados e reproduzidos graças a piadas misógenas contadas e recontadas por aí, aos quatro ventos, e nos grandes meios de comunicação comercial. Me refiro ao episódio dos comentários dos apresentadores do CQC, ridicualizando o mamaço (e por tabela manifestações como os beijaços gays) e relacionando a amamentação com a aparência de quem amamenta (ou seja, de acordo com estes senhores, só mulheres bonitas e com peitos perfeitos deveriam poder amamentar em público, ou seja, amamentamos em público para eles e não para alimentar nossos filhos e filhas. De novo, somos reduzidas a objeto de desejo dos homens e só). A decisão de amamentar ou não é público deve ser da mulher! E só dela! É triste perceber que avançamos tão pouco em algo tão básico como o direito a decidir sobre o que (e onde) fazemos com os NOSSOS corpos. É triste também ver que hoje quem tem poder não leva a sério o que faz. E não me refiro às piadas. Adoro humor e a vida sem ele é muito triste, mas temos muito do que rir para além do machismo, sexismo, racismo, além de reforçar esteriótipos e preconceitos já cristalizados. Mas é claro que assiim é mais fácil fazer sucesso. Enfim, para vocês entenderem exatamente do que estou falando leiam o blog Escreva Lola Escreva, em especial os posts Liberdade relativa: Marcelo Tas quer me processar e CQC anti-amamentação vai pra PQP. E divulguem por aí o que está acontecendo porque mudar esse mundo é cada vez mais urgente! Os mamaços e beijaços se fazem cada dia mais necessários!

Nenhum comentário:

Postar um comentário